sábado, fevereiro 17, 2007

Lança-Chamas (2) - Prémios 1983

Hoje vou mais uma vez recordar o Lança-Chamas, o programa de rádio de António Sérgio António Sérgio(foto ao lado) da década de 80 que só passava Heavy Metal e afins. Era semanal, emitido aos sábados, começou por ter apenas uma hora mas devido à sua popularidade, sobretudo junto dos mais novos, rapidamente passou para as duas horas de emissão.
Num outro post já havia falado da 1ª emissão, desta vez e novamente recorrendo aos meus apontamentos recordo os "Prémios 1983". Uma forma de homenagear os melhores trabalhos do referido ano em diversas categorias:

Grupo do Ano: Judas Priest

Maior Grupo ao Vivo: ZZ Top

Melhor Grupo ao Vivo em Portugal: Whitesnake

Esperanças: Quietriot, Helix, Diamond Head, Queensryche

Os Melhores LP's:
Diamond Head - Canterbury
ZZ Top - Eliminator
Blackfoot - Siogo
Iron Maiden - Piece Of Mind
Black Sabbath - Born Again
Dio - Holy Diver
Y & T - Mean Streak

Def Leppard - Pyromania

10 comentários:

A CORAGEM disse...

Finalmente um comentario de um Portuga!! Obrigado pela visita. A lista do Lanca Chamas traz-me muitas recordacoes de uma epoca de alto som e grandes concertos. Os Whitesnake foram a primeira banda que vi ao vivo, no pavilhao do Dramatico e nao me esquecerei nunca mais dos vocais do Coverdale e da guitarra de tres bracos do Steve Vai!! Abraco.
P.S.: Se quiseres fazer uma troca de links avisa nos comments do Whisky com Gelo. O link do rock no sotao ja esta no Whisky!! (tambem gosto de uma cervejinha mas os srs. Johnny Walker e Jack Daniels sempre foram dois dos meus companheiros de desbundas!!)

AtticRock disse...

Olá coragem!

Exacto! São recordações dessa época que eu trago aqui com maior ou menor regularidade...
O link do teu whisky já está aqui :)

Satellite disse...

Eram outros tempos, ainda me lembro de eu mais uns quantos companheiros deixar-mos tudo só para ouvir o Lança Chamas, que começava às quatro da tarde todos os Sábados, aquelas duas horas eram sagradas. Era praticamente a única fonte de informação para quem desejava conhecer novas bandas de Metal, género ainda muito marginalizado nessa altura a meio dos anos 80.
Nessa época fazia-se rádio a sério não havia cá playlists...

AtticRock disse...

Olá satellite, eram de facto outros tempos.
É incrível que mesmo passados mais de 20 anos ainda tantos se lembrem deste programas de rádio. Sinal da sua qualidade.

hugo disse...

era mais que um programa de radio,era uma escola com os adjectivos substantivos e pronomes todos bem conjugados e como em portugal se têm inveja de quêm faz bem e ensina ,claro que muinta má gente de mau gosto quís impor,,! alías como foi tónico dos anos noventa,acabaram com o que de melhor se fazia em portugal ao nivel da divulgação da musica principalmente nesta area do rock,não gosto da ideia do que é bom acaba depressa.

jocksilver7 disse...

caros amigos o meu espírito e a minha alma estão convosco - partilho totalmente das vossas opiniões e ainda bem. Ao lado do Sérgio só o Lemmy!!! (erm... noutra área, portanto!). Quanto ao que alguns de vós tão sabiamente relembram, tenho a dizer em muito bom politicamente-incorrectês que o que começou por matar esse tal espírito de pioneirismo esclarecido que Sérgio representava foi o CAVAQUISMO, cuja ponta de lança radiofónica ( A RFM ) representou o ponto de partida para o Nadir de todas as ondas hertzianas que se seguiram no GUTERRISMO e sobretudo no SOCRATISMO. António Sérgio ( e o Lemmy também !) representam toda a força e esperança que o espírito da resistência alimenta. Sem qualquer contaminação política implícita ( aliás, citando o Lemmy, isso seria absolutamente um contrasenso). Lança-Chamas acabou mas permanece imortal nas memórias dos que o lembram!

jocksilver7 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
ANTONIO MELÃO disse...

Boa!
Eu tenho o último LANÇA CHAMAS em K7 - mas nao sei passar a mp3...
Abraço - CM

AtticRock disse...

Olá CM

O que eu gostava de pegar nessa k7 :)
E passá-la para o computador não é problema, tenho deck e amp ligados ao PC.
Se a pudesses mandar pelo correio seria espectacular, garanto publicamente que a devolvo :)
Se puderes envia-me um email para combinar para:
AtticRock@gmail.com

Luis Barros disse...

por favor façam isso! alguém que tenha o lança chamas gravado que partilhe. não perdia um! na altura era um programa obrigatório! um ritual aos sábados ficar a saber mais e conhecer mais bandas. na altura não havia internet e era a única forma. que saudades desses tempos em que as coisas tinham mais valor! agora é tudo tão fácil que nem tem a mesma emoção! Obrigado António Sérgio! RIP