quarta-feira, abril 25, 2007

Go Graal Blues Band, para quando em CD?

A Go Graal Blues Band foi quanto a mim uma das maiores bandas portuguesas de Rock. Inseriam-se num género pouco comum em Portugal, o Blues-Rock, e naturalmente tinham letras em inglês. Talvez também por isto fossem um pouco marginalizados.
Infelizmente não foi editado qualquer dos seus discos em CD, tornando-se portanto bem mais difícil a divulgação da sua música. Existem no entanto algumas cópias de gravações em vinil que dão para perceber perfeitamente a qualidade musical destes senhores. Podem encontrar no blog Rock Progressivo Português alguns dos seus discos como o 1º (de 1979), White Traffic de 1982, Blackmail um mini-LP de 1983 e o último que gravaram datado de 1987 So Down Train. Para muitos de vós será um descobrir para outros o relembrar. Seja como for vale a pena torcer para que sejam editados em CD!
Encontrei também na web uma pequena biografia do grupo cujo link está aqui.
Do sótão trouxe entretanto uma entrevista que deram à revista Música & Som de Abril de 1979 por altura do lançamento do primeiro álbum.


20 comentários:

Anónimo disse...

Olá. Obrigado pelas recordação dos Go Graal, foi agradável poder ler essa entrevista.
Entretanto, continua a haver Blues tocado cá pelas nossas paragens.
EU faço parte destes aqui :
WWW.MYSPACE.COM/BLUESMR
Cumprimentos
Pedro Nunes

AtticRock disse...

Olá Pedro
Agradecido pelo comentário e força ai nesse projecto que me parece muito bom a julgar pela amostra disponível no vosso site.
Cumprimentos

Anónimo disse...

Olá, julguei ser de todo impossível voltar a ouvir esta grande banda. Fico contente por saber que é considerada por muita gente. Pena é que não haja nada gravado em CD, questão que por acaso fiz há já algum tempo aos serviços da FNAC, uma vez terem à venda um grande leque de discografia para todos os gostos.
Desde os doze anos que não ouvia os GO GRAAL. Simplesmente fico feliz. Gostaria de saber como poderei um dia encontrar os discos vinil da banda, uma vez que sou músico e pretendo reunir toda a discografia referente a esta banda. Estou a conseguir andar para trás neste prossesso que é o de obter os registos discográficos do grande Paulo Gonzo.

Paula Rodrigues

AtticRock disse...

Olá
Obrigado pelo comentário, de facto já se impunha a edição das obras da Go Graal em CD mas parece que ninguém das editoras se lembra...
Quanto a discos deles em vinil provavelmente só os encontrarás em feiras de discos.

Anónimo disse...

Os Go Graal gravam uma obra prima que é o primeiro disco. E Gonzo dizia na altura que nunca iria cantar em português. Dizia, talvez com razão, que o português não tinha sonoridade para o rock, questão que nos atormentou a nós a portugueses, durante muito tempo. Mas claro, isso era de ser o pimba que é o hoje, cantor "romântico" que mais se assemelha a um chulo paraguay ali do Alcântara-Mar do que a outra coisa qualquer. Enfim...

Anónimo disse...

... beeeem este último anónimo foi de tamanha (e justificada) sinceridade que me vou atrever a dizer mais qualquer coisita sobre o assunto.
Não encontram os álbuns deles em CD porque claro, não há. Não há nem vai haver tão cedo. E porquê ? Pelo que já anteriormente se passou ... NÃO VENDE ! Não interessa ás massas e, por tal não vale nem o esforço de reeditar. Além do mais, há problemas e erros de produção gigantescos e todos os trabalhos da banda. Para fazer uma edição digna do espólio da Go Graal seria forçosa a remasterização de praticamente tudo e, se já nem a edição dos CDs é de grande interesse de quem de direito, imaignem só com o acréscimo nece$$ário para a remasterização, onde iria o orçamento parar ? Nah ! Nem pensar nisso.
É cruel pensar assim mas têm de concordar que a verdadeira razão deve passar por aí ... o único disco que em termos gerais de sonoridade ainda hoje se aproveita é o último, "So down train", o White traffic" ouvido hoje soa horrivelmente mal assim como os EPs, singles e maxi-singles. Na altura não se sabia produzir rock como deve de ser ... os discos precisariam mesmo de ser "retocados".
Mais para mais, já agora se me permitem vou ser um pouco ainda mais frio ... de "Blues", a Go Graal tem apenas os trabalhos onde o Zé Carlos cantou, ou seja, o 1º álbum e o single "They send me away", o resto, tudo o que foi cantado pelo Alberto Ferreira Paulo (vulgo : Paulo Gonzo) ha aha hahahaha ... é uma bela ... "palha". Sou tão adverso à sua passagem para figura central da banda que direi sempre que o "Blues Band" devia ter desaparecido a partir desse dia ...
No entanto FOI SIM SENHOR uma boa banda, com extrema qualidade e uma incrível quantidade de (bons) músicos que por lá passaram. O núcleo Allain/Gonzo sempre deu vida e andamento à banda mas foi exactamente a hipocrisia do seu relacionamento que foi sempre longe de "bom", que determinou o fim da banda.
Para quem não sabe, a Go Graal ainda tentou perpetuar-se depois da saída do Gonzo com outra pessoa na voz. Mais tarde surgiu uma excelente banda de Blues em Lisboa, a No Secrets Blues Band, onde o João Allain e o Zé Carlos se voltaram a juntar ... o único álbum (já em formato CD) chama-se "Moods" e nem imagino onde possa ser encontrado a não ser em minha casa.
DESCODIFIQUE quem tem "horizontes" para o fazer que eu cá não digo mais nada ...
Espero ter sido útil com este comentário.

AtticRock disse...

Olá e obrigado pelos comentários.
Tenho que concordar nalguns pontos que este último anónimo focou:
- Não é um grupo que seja conhecido das "massas" portanto dificilmente traria grandes lucros à editora.
- De facto não se sabia produzir Rock na altura em que a Go Graal existiu.

Por outro lado com o enorme avanço tecnológico dos últimos anos, nomeadamente a nível dos equipamentos de som, não penso que fosse assim tão dispendioso fazer a remasterização da sua obra. O problema maior coloca-se no caso de ser necessário remisturar... e se aconteceram esses tais "erros de produção gigantescos" se calhar será o caso...
Já agora não acho que "White Traffic" tenha um som assim tão mau para a época.
Quanto a essa banda que Allain formou não fazia ideia da sua existência, fiquei curioso acerca desse tal CD "Moods".

Pedro "Nónio" Nunes disse...

Enquanto vai e não vai aqui fica o link para poderem descarregar TUDO o que a banda alguma vez gravou !
Do single menos importante ao álbum mais trifunfante, EPs e Maxis, têm lá tudo.
Depois de descarregar o ficheiro juntem-lhe a extensão ".7z", ok ?
Divirtam-se.
http://www.megaupload.com/pt/?d=549YBK7K
Pedro "Nónio" Nunes

Pedro "Nónio" Nunes disse...

Errata : Leia-se triunfante no lugar de "trifunfante", ha ha ha !

Vitor disse...

Grande Pedro "Nonio" Nunes
Obrigadão

Embora tenha os albuns da go graal, incluido o mini album, não tinha e não conseguia encontrar em lado nenhum os singles. E que saudades...
agora já está... é só esperar pela reedição em CD (muito difícil, eu sei).

Vitor disse...

Embora tenha de concordar com a maioria dos comentários aqui colocados e sendo sem dúvida a fase do Zé Carlos como vocalista principal , aquela onde a Go Graal atingiu o seu auge e também onde os Blues estiveram mais presentes, quero também sublinhar as boas performances ao vivo já como Paulo Gonzo como vocalista, bem como bons trabalhos discográficos como "white traffic", e claro, já em plena ruptura o "So Down Train". Este álbum embora desigual, contém algumas excelentes faixas.
Fiquem bem.

Anónimo disse...

Após alguns emails enviados ao Paulo Gonzo, dos quais nunca obtive a mínima resposta, consegui fazer o download no isohunt dos 3 albums que gravaram .

AtticRock disse...

Entretanto parece que pelo menos o White Traffic vai ser editado em CD!
É pelo menos um dos estão na lista de espera do novo projecto No Tempo do Vinil. Já agora o link para o respectivo blog é este:
http://dotempodovinil.blogspot.com/

Anónimo disse...

Realmente o único período em que a Go Graal valeu alguma pena, enquanto banda de blues, foi na época do José Carlos Cordeiro (e não João Carlos como aparece em muitos sítios).
Acho uma verdadeira pena e vergonha que o Paulo Gonzo tenha necessidade de mentir e inventar histórias em relação ao percurso desta banda. Mas ele alguma vez cantou no concerto no coliseu?? Não! Nem sequer teve que pagar bilhete para entrar ou colar cartazes na noite anterior como diz em tudo o que é entrevista. Não foi ele o fundador e há que não esquecer que durante muitos anos o papel dele na banda foi mínimo.

Enfim, é pena que tantos jornalistas não façam o seu trabalho correctamente e não verifiquem os dados que publicam. A rtp tem em arquivo os vídeos do célebre concerto, e até entrevistas da banda, e após visualização se percebe quão importante era o papel do P.G. da banda.

Anónimo disse...

Também tenho a sorte de ter o único álbum (CD) dos No Secrets Blues Band, "Moods", devidamente autografado por todos os elementos desta GRANDE banda!
Tenho pena que, nunca foram gravados originais dos Go Graal, porque existem temas muito melhores que aqueles que foram editados.
Por agora, vamos torcer para que o Cordeiro reapareça com a sua grade voz.

Anónimo disse...

Olá a todos

É com muita satisfação que encontrei este Blog que “fala” sobre os Go Graal Blues Band. Foi, de facto, uma banda muito fixe!
Estive para fazer parte dela com mais dois amigos: o Nelson Morais (excelente guitarrista) e o Melville Dias (excelente vocalista). O João Esteves, o Augusto Mayer e o Ricardo Mayer eram meus vizinhos e colegas de turma no Liceu Pedro Nunes.
Ao princípio, os ensaios eram em casa dos irmãos Mayer, em Campo de Ourique, mas já não era prático e também começou a haver problemas com a vizinhança… e depois creio que arranjaram um armazém para ensaiar…
Tinha os dois primeiros discos, mas desapareceram… devem estar “emprestados”… e hoje, ao fazer uma busca para ver se encontrava alguma música deles, na Net, eis que venho aqui parar!
Agradeço ao “dono” deste Blog e ao Pedro “Nónio” Nunes a possibilidade de reviver esta música que fez parte de minha adolescência e a qual vi nascer (algumas).

1 G abraço a todos os que comentam e apreciam a música do Go Graal.

João Tavares Amaro

alpalhao disse...

muitooo obrigado.sou do tempo dos bailes de finalistas com a go graal blues band,ha anos que procurava isto,finalmente encontrei,tou nas nuvens.muito obrigado mais uma vez.

MARTA disse...

Pessoal!!! O José Carlos Cordeiro está finalmente de volta ao Blues. A banda chama-se Big Rolling Wheel. Cd gravado.. Podem ouvir na página deles no facebook ou nas redes de formato digital.Não percam, bom som!

AtticRock disse...

Obrigado pela dica! Vou investigar os Big Rolling Wheel assim que possível.

MARTA disse...

Para quem quiser CD.s dos No Secrets tenho alguns por aqui!!